sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

A Vida que Segue



E, tendo sido advertidos em sonho [...], retornaram a sua terra por outro caminho. Mateus 2:12
Agora que os presentes foram abertos, foi embora aquele clima poético, de mistério, de carinho, de manjedoura, de pastores, de estrela e cânticos. Incrível como tudo passou tão rápido. Para alguns, foi um Natal sem nada de novo. Para outros, de alegria e realização. Mas passou a agitação. Não há mais surpresas. Presentes foram dados e recebidos. Daqui para a frente serão os votos de feliz ano-novo e feliz 2015!

Muita gente gostaria de ficar mais tempo ao lado da manjedoura ouvindo os cânticos de Natal, sentindo aquele clima de carinho e confraternização. Mas é interessante notar que, importante como tenha sido o acontecimento anunciado pelos anjos e acompanhado de sinais extraordinários, os Evangelhos não se demoram muito em torno do “clima poético” que acompanha o nascimento de Jesus. 
Somente Mateus e Lucas, no início, lhe dedicam espaço, enquanto Marcos e João só o mencionam indiretamente.

A narrativa bíblica diz que os anjos voltaram (Lc 2:15), os pastores voltaram (Lc 2:20) e os magos voltaram (Mt 2:12). Os anjos voltaram a ministrar. Os pastores sabiam que tinham de voltar para cuidar das ovelhas, encontrar pastagem para elas e prover-lhes abrigo. E os magos voltaram por um caminho diferente. Levaram consigo uma experiência nova. Tinham sido mudados pela contemplação do Deus menino, a quem adoraram.
Aqui estamos, no dia 26 de dezembro. O mundo, com seus desafios e compromissos, nos chamando de volta. Hoje mesmo alguns terão que trabalhar, que voltar à empresa, ao jardim, à cozinha, ao escritório, porque a luta pela sobrevivência não dá trégua.

O importante é voltar por um caminho diferente. Como pessoas renovadas. Colocar amor onde antes havia rejeição e revanchismo; tolerância no lugar de impaciência; e confiança onde demonstramos dúvida.
O encontro com Jesus tem que representar uma mudança de vida. Você já pensou a respeito do que precisa mudar?


Que tal aproveitarmos o final de ano e a esperança de um novo tempo em 2015, para ajustarmos as velas do nosso barquinho da vida, fazendo uma reflexão do que temos feito de Jesus o chamado Cristo......creio que o momento é propício para renovação de nossa fé, sintonizar nossas vidas com os propósitos do Senhor.

Pense nisso galera, seja uma benção!!!

Abraços
Sandrão

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

JESUS NOSSO ADVOGADO JUSTO E FIEL


Filhinhos meus, estas coisas vos escrevo para que não pequeis.Se, todavia, alguém pecar, temos Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo;
Deus odeia o pecado. E você? Eu o odeio. Mas não é incrível como voltamos para as mesmas velhas armadilhas vez após vez? É nesse ponto que João, o pastor carinhoso, nos toca. O alvo é não pecar. Mas, sabendo da nossa luta contra a carne, João também nos dá segurança para nós que tentamos viver vidas fiéis e puras. Ele quer que nós saibamos que quando pecarmos, o Sacrifício pelos nossos pecados, o Filho de Deus, também é nosso advogado que nos proclama sem pecado por causa do seu sangue! Então, vamos nos aproximar a Cristo. Vamos convidá-lo para entrar no nosso coração cada manhã ao começar nosso dia. Vamos confiar no poder e graça dele para nos suster e levar até ao fim. Quando fazemos isso, Ele cumpre!
 ORAÇÃO: Deus, não existe ninguém, nem nada, igual ao Senhor. Não tive que providenciar o sacrifício pelos meus pecados. Apesar dos meus pecados lhe machucarem, o Senhor providenciou aquele sacrifício. Por favor, use-me hoje quando eu tento dar de mim mesmo, da minha vida, e meu futuro de volta ao Senhor como um sacrifício vivo, santo e agradável ao Senhor. Obrigado pela sua graça. Através de Jesus, e no nome dele nós oramos. Amém. 
Ótimo dia a todos, que neste dia possamos honrar a Cristo, com nosso nosso ser, com tudo o que temos, em todas as oportunidades que tivermos.
Pr Sandrão

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

ESSA PALAVRA É VERDADEIRA!!


 Hebreus 10:35-36 Não abandoneis, portanto, a vossa confiança; ela tem grande galardão. Com efeito, tendes necessidade de perseverança, para que, havendo feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa.
 A vida inclui tempos difíceis. São inescapáveis. São nessas horas que nossa confiança na salvação através do Senhor e nosso relacionamento com ele são testados! É uma coisa entoar "Sou feliz com Jesus" num culto, mas é outra coisa cantar essas palavras quando perdemos a nossa casa, descobrimos que estamos com uma doença ou quando perdemos um filho. A nossa fé não pode tirar férias quando passamos pelos subúrbios do inferno. Caso isto aconteça,  nunca acharemos a  saída. Então não a jogue pela janela!
Persevere! Continue tomando um passo por vez, confiando que Deus lhe dará a força para o próximo passo. Não importa quão difícil o momento, não se desespere. Seja como Jó ou Jeremias, que reclamaram e resmungaram a Deus, mas não O deixaram . Não desista. A vinda de Cristo está próxima, com graça e glória de uma vez por todas, logo logo. 
ORAÇÃO:
   Santo e Todo Poderoso Deus, hoje é um bom dia. Entretanto, estou profundamente ciente que alguns daqueles que amo estão perto de jogar fora a confiança que têm no seu amor, misericórdia, graça, paz e salvação. Por favor, use-me para encorajá-los. Além disso, querido Pai, peço que o Senhor use o seu Espírito Santo para renovar seus corações. Peço que o Senhor intervenha diretamente para mudar o curso de eventos e dar alívio a eles. Faça a sua presença graciosa conhecida entre eles. Em nome de Jesus eu oro. Amém.
 ÓTIMA SEMANA A TODOS
Pr: Sandrão

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

A ARTE DA COMUNICAÇÃO


COMUNICAI COM OS SANTOS NAS SUAS NECESSIDADES, SEGUI A HOSPITALIDADE. (ROMANOS 12.13)
O Senhor nos criou com a capacidade de comunicar-nos e de construir relacionamentos, a fim de promover o nosso crescimento e prover a solução para as nossas necessidades materiais, emocionais e espirituais.
A comunicação traz a união enfatizada no Salmo 133, comunhão profunda, alegria, e atrai a bênção do Senhor; Essa união só pode concretizar-se entre nós quando procuramos compreender, respeitar e dar atenção ao outro; quando procuramos ouvir o que o outro realmente tem a comunicar-nos.
Precisamos esforçar-nos mais no sentido de compreender o próximo, de emprestar-lhe o nosso ombro amigo, de sermos solidários e gentis, consolando-o nos momentos de aflição. Quando  passamos a exercer o amor e a compreensão de forma mais plena e inteligente, quando formos mais empáticos, consolando os abatidos e sendo consolado em nossos momentos de fraqueza, seremos capazes de melhorar a nossa comunicação interpessoal e construir relacionamentos mais profundos e duradouros.
O Criador deseja ver a união de Seus filhos não só nos momentos de culto e adoração, mas também nos momentos de dor e de dificuldades. Afinal, em todo o tempo ama o amigo; [mas é] na angústia [que] nasce o irmão (Provérbios 17.17).
Ótimo dia a todos!!!
Sandrão

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

ABENÇOANDO OUTRAS PESSOAS


ESTÁ AQUI UM RAPAZ QUE TEM CINCO PÃES DE CEVADA E DOIS PEIXINHOS; MAS QUE É ISSO PARA TANTOS? (JOÃO 6.9)
Pessoas eficazes não são aquelas que vêem apenas problemas; são as que os enxergam como grandes oportunidades para Deus agir por meio delas. Assim era o menino que guardara os cinco pães de cevada e os dois peixinhos enquanto ouvia Jesus ensinar sobre o Reino de Deus. A multidão estava faminta. E, logo, os discípulos se convenceram de que estavam diante de um grande problema, pois não tinham como alimentar quase cinco mil pessoas. Onde encontrariam dinheiro e pão para tanta gente?
Naquele momento, Filipe contabilizou: Duzentos dinheiros de pão não lhes bastarão, para que cada um deles tome um pouco (João 6.7). Quando o menino apresentou ao Senhor o que ele tinha, Jesus multiplicou os pães e os peixes, permitindo que todos se alimentassem fartamente.
O mesmo ocorreu com a viúva de Sarepta. Quando ela colocou diante do profeta o punhado de farinha e o bocado de azeite que possuía, experimentou a abundante provisão de Deus.
Com isso, aprendemos que os problemas difíceis podem ser resolvidos se reconhecermos a situação, apresentarmos os fatos ao Senhor, pedindo-lhe sabedoria para encontrar a solução e que Ele multiplique os poucos recursos que temos ou envie outros recursos.
Você já apresentou o seu problema ao Senhor?
Ótimo dia a todos!!!
Sandrão

terça-feira, 19 de agosto de 2014

O MELHOR VINHO


DISSE-LHE JESUS: MULHER, QUE TENHO EU CONTIGO? AINDA NÃO É CHEGADA A MINHA HORA. (JOÃO 2.4)
O nosso Senhor bem sabia da necessidade dos convidados presentes nas bodas em Caná da Galiléia, mas não poderia antecipar a hora dele de revelar-se ao mundo.
O Filho de Deus estava presente na festa de casamento apenas como convidado. Ele observava tudo cautelosamente, aguardando com paciência o momento de iniciar Seu ministério. Ali não era a hora, o momento de Ele operar um milagre, contudo, agiu movido pelo sentimento de compaixão pelo povo, transformando a água das talhas da purificação no melhor vinho.
E, logo que o mestre-sala provou a água feita vinho (não sabendo de onde viera, se bem que o sabiam os empregados que tinham tirado a água), chamou o mestre-sala ao esposo. E disse-lhe: Todo homem põe primeiro o vinho bom e, quando já têm bebido bem, então, o inferior; mas tu guardaste até agora o bom vinho (João 2.9,10).
O Senhor deseja dar-nos de beber do Seu melhor vinho, um símbolo da alegria que é fruto do Espírito Santo. Ele quer manifestar Sua glória em nós e transformar nosso ser e a nossa vida para melhor. Deixemos, então, que o Senhor realize os Seus propósitos. Ele sempre nos surpreenderá com o melhor, pois Sua vontade é boa, agradável e perfeita (Romanos 12.2).
Ótimo dia a todos!!!
Sandrão

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

JESUS COMO PRIORIDADE EM NOSSA VIDA


QUEM QUISER ME ACOMPANHAR NÃO PODE SER MEU SEGUIDOR SE NÃO ME AMAR MAIS DO QUE AMA O SEU PAI, A SUA MÃE, A SUA ESPOSA, OS SEUS FILHOS, OS SEUS IRMÃOS, AS SUAS IRMÃS E ATÉ A SI MESMO. (LUCAS 14.26 – NTLH)
Na vida, precisamos estabelecer prioridades. Isto é um fato! A maior delas deve ser seguir a Jesus. Em Lucas 14.26, o Mestre esclareceu os pré-requisitos de quem quisesse segui-lo: deveria amá-lo mais do que a si mesmo e à própria família; renunciar ao estilo de vida mundano e aos prazeres pecaminosos; atender à voz do Espírito Santo e buscar obedecer a Deus.
Não é fácil abandonar os velhos hábitos e deixar de fazer tudo quanto entristece a Deus. O mundo nos oferece muitas coisas que satisfazem nossas concupiscências, mas apenas Deus sacia nossa sede espiritual e preenche o vazio em nosso coração com Sua presença. Aliás, somente ela pode preencher esse imenso vazio.
Parece paradoxal. Primeiro temos de perder algo inferior para, então, ganhar algo superior. Foi isso que Jesus afirmou ao alertar: Quem procura os seus próprios interesses nunca terá a vida verdadeira; mas quem esquece a si mesmo, porque é meu seguidor, terá a vida verdadeira (Mateus 10.39 NTLH).A partir do momento em que aceitamos Jesus como o nosso Salvador e Senhor, passamos a ter essa vida verdadeira, que flui dele para o nosso espírito; então, nossas reais necessidades são supridas e recebemos poder para viver não segundo a carne, mas segundo o espírito. A carne produz morte; o espírito, vida. Façamos de Jesus a nossa prioridade! Ele tem vida abundante para nós!
Ótimo dia e final de semana a todos!!
Sandrão

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

INTERCESSÃO PELO PRÓXIMO


DOU GRAÇAS A DEUS [...] PORQUE SEM CESSAR FAÇO MEMÓRIA DE TI NAS MINHAS ORAÇÕES, NOITE E DIA. (2 TIMÓTEO 1.3)
Nesse versículo, vemos que Paulo não se cansava de orar por Timóteo. Com uma consciência pura, o apóstolo se prostrava na presença de Deus para trazer à memória o nome de seu querido filho na fé, crendo que o Senhor ouviria o seu clamor e lhe responderia.
Como servos de Deus, podemos tomar como referência essa piedosa atitude de Paulo e orar uns pelos outros, obedecendo à recomendação em Tiago 5.16 (NTLH): façam oração uns pelos outros.
Quando oramos com uma consciência pura, suplicando com fé e intercedendo por nossos irmãos que passam por algum tipo de necessidade, o Senhor nos ouve dos altos céus e responde-nos com fogo, assim como respondeu a Elias, um homem sujeito às mesmas paixões que nós. Ele orou, pediu que não chovesse, e por três anos e seis meses, não choveu sobre a terra. E orou outra vez, e o céu deu chuva, e a terra produziu o seu fruto (Tiago 5.17,18).
Com isso, aprendemos que, sempre que orarmos devemos, acima de tudo, crer que Deus ouvirá nossas petições e que Ele tem poder para fazer muito mais infinitamente além do que aquilo que pedimos ou pensamos (Efésios 3.20). Para sermos atendidos, devemos também manter a nossa consciência purificada, seguindo a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor (Hebreus 12.14).
Ótimo dia a todos!!
Sandrão

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

ACUMULANDO RIQUEZAS


INÚTIL VOS SERÁ LEVANTAR DE MADRUGADA, REPOUSAR TARDE, COMER O PÃO QUE PENOSAMENTE GRANJEASTES; AOS SEUS AMADOS ELE O DÁ ENQUANTO DORMEM. (SALMO 127.2 – ARA)
Algumas vezes, para alcançarmos a vitória que almejamos, trabalhamos demais a fim de atingirmos nossos objetivos e galgarmos patamares maiores. Entretanto, no final, exaustos, às vezes descobrimos que não chegamos ao porto desejado. Negligenciamos nossa comunhão com Deus e esquecemos de perguntar ao nosso Capitão que direção ter tomado.
Jesus advertiu quanto ao perigo de ficarmos envolvidos demais com os cuidados desta vida, esquecendo o Reino de Deus e a Sua justiça. No Sermão do Monte, Ele falou sobre lançar o nosso cuidado sobre o Pai (Mateus 6.25-34). E, ao longo dos Evangelhos, contou algumas parábolas, como a do rico e o Lázaro e a do rico insensato, que assinalam a ilusão dos bens materiais (Lucas 12.13-21; 16.19-31).
A verdadeira riqueza de uma pessoa não consiste na quantidade de bens materiais ou de dinheiro que ela possui, mas no fato de estar em Cristo e ser participante de Seu Reino, com toda a Sua riqueza espiritual. Por isso, somos instados pelo Senhor a não colocarmos o nosso coração nas coisas perecíveis desta vida, a não juntarmos tesouros imperecíveis no céu, onde nem a traça nem a ferrugem consomem. Somos enriquecidos espiritualmente à medida que imitamos Cristo, cumprimos o ide e praticamos o bem a todos.
Ótimo dia a todos!!
Sandrão

terça-feira, 12 de agosto de 2014

O MAIOR NO REINO DOS CÉUS


PORTANTO, AQUELE QUE SE TORNAR HUMILDE COMO ESTA CRIANÇA, ESSE É O MAIOR NO REINO DOS CÉUS. (MATEUS 18.4)
“Como podemos lembrar-nos da nossa ignorância, pré-requisito para o crescimento, se usamos todo o tempo o que sabemos?” Estas palavras do filosofo estado - unidense Henry David Thoreau refletem o nosso pecado de soberba em achar que chegamos ao último estágio do aprendizado.
Admitirmos a nossa ignorância é sempre o primeiro degrau rumo ao saber. Quanto mais humildes formos, reconhecendo que ainda temos muito que aprender, mais nos dedicaremos a aprender o que precisamos para o nosso dia – a – dia.
Jesus ensinou que a exaltação por Deus só é possível quando a pessoa tem humildade e simplicidade. Ele trouxe para o meio dos discípulos uma criança e disse a eles: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos fizerdes como crianças, de modo algum entrareis no Reino dos céus (Mateus 18.3).
Se quisermos ser grandes no Reino de Cristo, então precisamos revestir-nos de humildade e falarmos como João: É necessário que ele [Jesus] cresça e que eu diminua (João 3.30).
Você está disposto a humilhar-se, para que, a Seu tempo, Deus o exalte? Está disposto a trabalhar pela glória de Cristo, e não pela sua? Consegue abrir mão de sua sabedoria, para obter a sabedoria de Deus, mesmo que isso signifique caminhar na contramão do mundo?
Ótimo dia a todos!!
Sandrão

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

PESCANDO HOMENS


E DISSE JESUS A SIMÃO: NÃO TEMAS; DE AGORA EM DIANTE, SERÁS PESCADOR DE HOMENS. (LUCAS 5.10)
Podemos contratar profissionais para ocupar um devido cargo por considerá-lo aptos e exercer a função devida à sua formação, competência e experiência. Contudo, como não conhecemos o coração de ninguém, só no dia-a-dia veremos se, de fato, tais profissionais são entusiasmados, leais e criativos.
Jesus conhecia o interior de cada discípulo. O Mestre sabia quais deles seriam capazes de dar prosseguimento à obra de evangelização. Tanto que o nosso Senhor disse a Pedro: Não temas; de agora em diante, serás pescador de homens (Lucas 5.10). Ele também ordenou: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura (Marcos 16.15).
Que nobre missão nos delegou o Senhor de continuarmos a Sua obra, de anunciarmos as boas novas de salvação por todo o mundo. Ele nos chamou, concedeu-nos autoridade para repreender os demônios e poder para curar os enfermos. Enquanto nos empenhamos na expansão do Reino de Deus, nossa recompensa está guardada no céu e nos será entregue naquele grande Dia em que o Senhor voltar para buscar a Sua Igreja.
Se fomos chamados por Deus, devemos dedicar-nos com amor à missão que nos confiou, sabendo que o nosso trabalho não é vão no Senhor!
Ótimo dia e uma excelente semana a todos!!!
Sandrão

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

PLANTANDO E COLHENDO


É CERTO QUE COM ELE PADECEMOS, PARA QUE TAMBÉM COM ELE SEJAMOS GLORIFICADOS. (ROMANOS 8.17)
As lutas precedem as vitórias. Precisamos, antes, entregar-nos de corpo e alma ao trabalho que nos foi confiado a fim de obtermos os resultados esperados. Colher em terreno onde não plantamos lutar para receber recompensas às quais não fizemos jus é esperar obter o que não é nosso por direito.
As Sagradas Escrituras afirmam que todos nós somos cooperadores de Deus. Fomos designados pelo Senhor a prestar relevantes serviços em prol do crescimento do Reino, devendo trabalhar com afinco e fé, como obreiros aprovados, perfeitamente instruídos para toda a boa obra; obreiros que não têm de que envergonhar-se, que manejam bem a Palavra da verdade (2 Timóteo 2.15).
Se desejarmos ter sucesso em nossa missão, temos de conscientizar-nos da nossa responsabilidade como discípulos de Jesus e obreiros de Deus. Precisamos dar bom testemunho, pregar a Palavra e fazer o bem, a fim de produzirmos bons frutos e sermos reconhecidos como filhos de Deus.
Essa foi à recomendação de Jesus em Mateus 5.16: Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem o vosso Pai, que está nos céus. Por que devemos fazer isso? Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para me andássemos nelas (Efésios 2.10). O que você tem plantado? É isso que colherá!
Ótimo dia e um final de semana abençoado a todos!!
Sandrão

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

REFLETINDO SOBRE A PALAVRA DE DEUS


NA SUA LEI MEDITA DE DIA E DE NOITE. (SALMO 1.2)
Se durante o período escolar ou de faculdade nos preocupamos em estudar somente nos dias de prova, poderemos até ser aprovados e tirar boas notas, no entanto jamais seremos profissionais excelentes e dedicados, que dominam em sua especialidade.
Espiritualmente, acontece algo semelhante. Nunca nos tornaremos cristãos autênticos se não procurarmos aprofundar nosso conhecimento bíblico, praticar a Palavra de Deus e ter comunhão com Ele. Se não aplicarmos o que aprendemos, entraremos pelo caminho da religiosidade, tornando-nos frios na fé. Sendo assim, estudemos a Bíblia, mas, sobretudo, procuremos observar os princípios que regem nossa fé, a fim de aprimorarmos a nossa comunhão com o Senhor Jesus Cristo e sermos cristãos verdadeiros.
Sigamos a recomendação de Tiago: E sede cumpridores da palavra e não somente ouvintes, enganando-vos com falsos discursos. Porque, se alguém é ouvinte da palavra e não cumpridor é semelhante ao varão que contempla ao espelho o seu rosto natural; porque se contempla a si mesmo, e foi-se, e logo se esqueceu de como era. Aquele, porém, que atenta bem para a lei perfeita da liberdade e nisso preserva, não sendo ouvinte esquecido, mas fazedor da obra, este tal será bem-aventurado no seu feito (Tiago 1.22-25).
Ótimo dia a todos!!
Sandrão

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

COMPARANDO-SE A GAFANHOTOS


ÉRAMOS AOS NOSSOS OLHOS COMO GAFANHOTOS E ASSIM TAMBÉM ÉRAMOS AOS SEUS OLHOS.
(NÚMEROS 13.33)
Dez dos 12 espias designados por Moisés para espionar a terra de Canaã levaram-lhe um relatório negativo, porque lhes faltou fé. Achavam-se incapazes de conquistar as cidades dos cananeus, dos filisteus, dos heveus e dos jebuseus, porque imaginavam que estes os viam como gafanhotos: pequenos, insignificantes, frágeis (Números 13.33).
O escritor Stephen Covey disse: “as lentes determinam a forma pela qual interpretamos o mundo”. As lentes por meio das quais nós, cristãos, temos de enxergar a nós mesmos, as pessoas, as situações, a vida, são as da fé.
Contudo, se esta for pequena, não veremos a realidade pela ótica de Deus e não teremos confiança necessária nele para enfrentarmos os desafios e vencermos. Então, como os israelitas, seremos vencidos antes mesmo das batalhas, pois não temos ânimo, e os problemas se agigantarão. Como as Sagradas Escrituras nos alertam: Se te mostrares frouxo no dia da angústia, a tua força será pequena (Provérbios 24.10). Se o tamanho do nosso problema está relacionado ao tamanho de nossa fé, de nossa coragem e ousadia, não nos deixemos dominar pelo medo, pelo desânimo, nem pela incredulidade. Tenhamos fé em Deus e oremos, pedindo que Ele amplie a nossa visão espiritual e conceda-nos capacidade de lutar e vencer os desafios propostos para nosso crescimento.
Ótimo dia a todos!!!
Sandrão

terça-feira, 5 de agosto de 2014

HUMILDADE EM QUESTÃO


QUEM É O MAIOR NO REINO DOS CÉUS? (MATEUS 18.1)
Disse A. J. Gordon: “Aquele que dá o lance mais alto para a coroa de glória é o mais humilde que se veste com a cruz da abnegação”. Na lógica do Senhor, o menor, o servo de todos, será o maior no lar celestial.
Jesus revelou aos Seus discípulos: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos fizerdes como crianças, de modo algum entrareis no Reino dos céus. Portanto, aquele que se tornar humilde como esta criança, esse é o maior no Reino dos céus (Mateus 18.3,4). Nesse texto, Cristo destaca a importância de a pessoa ser humilde. Isso não significa ter baixa auto-estima, e sim reconhecer suas contingências como ser humano, que depende de Pai celestial. Só assim, poderá cumprir Seus propósitos com um coração alegre e amoroso.
A humildade sincera requer modéstia, submissão e respeito pelo demais, bem como ausência de arrogância, de orgulho e da pretensão de ser melhor do que os outros e satisfazer apenas suas vontades egoístas.
Que a nossa oração, neste dia, seja para que Deus nos ensine a ser desprovidos de qualquer vaidade e auto-exaltação. Toda honra e glórias sejam ao Altíssimo! Ele, sim, é merecedor de todo louvor. Nós estamos aqui na terra para servir ao próximo, ao mesmo tempo em que desfrutamos as maiores e melhores bênçãos reservadas a nós pelo Altíssimo.
Ótimo dia a todos!!!
Sandrão

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

LIBERDADE DE ESCOLHA


ESCOLHEI HOJE A QUEM SIRVAIS. (JOSUÉ 24.15)
Essas palavras foram ditas por Josué ao povo de Israel. Deus permite ao homem o poder de escolha, pois Ele não deseja que seres autômatos o sirvam, sim homens livres que o amem.
O Senhor nos criou com capacidade para sentir, falar, pensar, comparar, escolher, decidir. Ele nos concedeu o livre-arbítrio, querendo que, por meio da liberdade de escolha, desenvolvamos nossas opiniões e tomemos decisões.
Após ter criado o homem à Sua imagem e semelhança, o Senhor falou a Adão: De toda árvore do jardim comerás livremente, mas da árvore da ciência do bem e do mal, dela não comerás; porque, no dia em que dela comeres, certamente morrerás (Gênesis 2.16,17). Infelizmente, o homem escolheu desobedecer ao Criador e foi banido do jardim do Éden. No entanto, Deus agiu com misericórdia, não permitindo ao homem caído comer da árvore da vida e sofrer as conseqüências de sua desobediência por toda a eternidade (Gênesis 3.22-24).
O Senhor nos tem proposto a vida e a morte, a bênção e a maldição (Deuteronômio 30.19). Nós devemos escolher seguir o caminho da vida e permanecer fiéis a Cristo, a fim de sermos abençoados nesta vida e na vida eterna. Agradeçamos ao Senhor pela liberdade que temos de escolher servir a Jesus.
Ótimo dia a todos e uma semana abençoada.
Sandrão

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

PENSANDO ALTO


PENSAI NAS COISAS QUE SÃO DE CIMA. (COLOSSENSES 3.2)
Disse certa vez um famoso líder espiritual: “O homem não é mais do que o resultado de seus pensamentos”. A maioria dos filósofos concorda que os pensamentos refletem nossa existência; daí a célebre expressão de René Descartes: “Penso, logo existo”.
O pensamento precede a ação e as nossas escolhas; responde pela nossa maneira de sentir, desejar e agir. Antes de sentirmos, desejarmos e agirmos, pensamos. Por isso, Paulo recomendou aos cristãos pensarem em tudo o que é puro, tudo o que é amável tudo o que é de boa fama (Filipenses 4.8), a fim de terem uma vida santa, que produz muito para o Reino de Deus.
Quando os nossos pensamentos estão em harmonia com a vontade do Altíssimo e fixamos a nossa mente nas eternas misericórdias do Senhor Jesus, desfrutamos a paz de Cristo, que excede a todo o entendimento, e temos sucesso em nossas empreitadas.
Nenhum homem natural pode entender a mente do Senhor, mas o cristão tem a mente de Cristo, pensa nas coisas que são de cima, e por isso está espiritualmente preparado para enfrentar os grandes desafios espirituais e vencê-los.
Aquele que é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos (Efésios 3.20) vai ajudar-nos a concretizar aquilo que Ele projetou para nós.
Ótimo dia e um excelente final de semana a todos!!!
Sandrão

quinta-feira, 31 de julho de 2014

VALORIZANDO O POUCO


VALE MAIS O POUCO QUE TEM O JUSTO DO QUE AS RIQUEZAS DE MUITOS ÍMPIOS. (SALMO 37.16)
Se fixarmos o nosso olhar no mundo que nos cerca e procurarmos interpretá-lo de maneira mais otimista, vamos descobrir muitas virtudes e diversos valores que julgamos pequenos, mas cuja importância excede as riquezas materiais. Eis por que, durante o Seu ministério terreno, Jesus abençoou os pobres, fez promessas aos mansos, consolou os sofredores, alimentou os famintos, deu de beber aos sedentos, teve compaixão das ovelhas desgarradas e concedeu forças aos que sofriam perseguição por causa da verdade.
Somente a Palavra de Deus, revelada pelo Espírito Santo, produz em nós a esperança e abre os nossos olhos espirituais para visualizar - mos o futuro, o novo horizonte, a bênção da vida eterna, a alegria em Cristo, pois, como observou Paulo, Deus iluminou os olhos do [nosso] entendimento, para que saiba [mos] qual seja a esperança da [nossa] vocação e quais as riquezas da glória da sua herança [de Cristo] nos santos (Efésios 1.18).
Que possamos, hoje, receber a unção do Senhor e ter os nossos olhos espirituais abertos! Que o Médico dos médicos venha curar a nossa visão, a fim de que enxergamos de maneira clara e inequívoca o nosso presente, como embaixadores do Seu Reino na terra, e o nosso futuro de glória com Ele no céu, a fim de não desperdiçarmos nenhuma oportunidade que o Senhor nos dá para sermos tudo aquilo que Ele projetou que fôssemos e fazer tudo para o que nos designou.
Ótimo dia a todos!!
Sandrão

terça-feira, 29 de julho de 2014

ORANDO EM OCULTO


QUANDO ORARES, ENTRA NO TEU APOSENTO E, FECHANDO A TUA PORTA, ORA A TEU PAI, QUE VÊ O QUE ESTÁ OCULTOS; E TEU PAI, QUE VÊ O QUE ESTÁ OCULTO, TE RECOMPENSARÁ. (MATEUS 6.6)
O pregador presbiteriano do Brooklyn, EUA, Theodore Cuyler, certa vez declarou: “ A oração é a fortaleza da fé. O silêncio no aposento de oração anuncia a morte em toda a casa. Quando permitimos que as dobradiças de nossa porta fiquem enferrujadas, e o quarto, deserto, logo a casa-coração é retomada por Satanás”.
Charles Spurgeon, famoso pregador inglês do século 19, considera a oração uma arte que somente o Espírito Santo, pode ensinar-nos, sendo Ele quem inspira todas as orações.
A Bíblia Sagrada relata histórias de reis e profetas que só conseguiram vencer desafios e difíceis batalhas porque levavam uma vida de oração. Entre eles, destacam-se Davi, que não saía para as batalhas sem antes consultar o Senhor, e Daniel, que costumava orar três vezes por dia (Daniel 6.10).
Os crentes da Igreja primitiva também perseveravam unanimemente em oração e súplicas (Atos 1.14).  E nós devemos continuar aprimorando-nos nesta magnífica arte da comunicação com o Todo poderoso, a fim de ampliarmos o nosso conhecimento e ganharmos mais estrutura ante as batalhas espirituais que são travadas em nosso dia-a-dia.
Oremos, sabendo que a oração feita por um justo pode muito em seus efeitos (Tiago 5.16).
Ótimo dia a todos!!
Sandrão

segunda-feira, 28 de julho de 2014

CUIDADOS POR CRISTO



Filipenses 1:6
Estou plenamente certo de que aquele que começou boa obra em vós há de completá-la até ao Dia de Cristo Jesus. PENSAMENTO: Deus terminou Seu trabalho da criação no mundo em 6 dias. Ele o sustém com Sua Palavra poderosa. Ele está trabalhando em nós ainda e continuará a realizar Sua vontade em nós para Sua glória (veja Filipenses 2:12-13), até o dia que em que Cristo voltar para nos levar! ORAÇÃO: Obrigado, Pai, por estar trabalhando na minha vida. Confesso que às vezes parece que o Senhor está distante. Mas fazendo uma retrospectiva dos momentos cruciais da minha vida, posso ver Suas impressões digitais e Sua graça me guiando para onde estou hoje. Querido Pai, por favor faça a sua presença conhecida até mais poderosamente na minha vida enquanto busco Sua vontade e comprometo a minha vida para viver para a Sua glória. No nome de Jesus meu Senhor eu oro. Amém. ÓTIMO DIA A TODOS!!!

Sandrão

sábado, 26 de julho de 2014

sexta-feira, 25 de julho de 2014

OLHANDO PARA DEUS


OLHAI PARA MIM E SEREIS SALVOS, VÓS, TODOS OS TERMOS DA TERRA; PORQUE EU SOU DEUS, E NÃO HÁ OUTRO. (ISAÍAS 45.22)
Olhar para Deus é voltar nossa atenção para Aquele que nos criou e é todo-poderoso; que pode trazer a solução para os nossos problemas agora mesmo. Foi isso que o autor do Salmo 121 fez. Ele estava cercado de problemas, e pensava: Elevo os olhos para os montes: de onde me virá o socorro? (v.1). Ele mesmo respondeu com convicção: O meu socorro vem do SENHOR, que fez o céu e a terra (v.2).
Olhar para Deus é a garantia de socorro, paz e iluminação. Foi isto que concluiu o salmista: [Os justos] Olharam para ele, e foram iluminados; e os seus rostos não ficarão confundidos. Clamou este pobre, e o Senhor o ouviu; e o salvou de todas as suas angústias. Provai e vede que o Senhor é bom; bem-aventurado o homem que nele confia (Salmo 34.5,6, 8).
Devemos olhar para Deus, crendo que Ele está nos acompanhando em todos os momentos, que os olhos do Senhor estão sobre os justos, e os seus ouvidos, atentos às suas orações (1 Pedro 3.12). Precisamos vê-lo com os nossos olhos espirituais e confiar em Sua bondade e em Suas misericórdias. Temos de esperar pó Sua ação a nosso favor e ser fortalecidos por Ele, para superar as adversidades.
Que nesse dia possamos tão-somente olhar para Deus, reconhecendo-o como nosso Ajudador e Salvador!
Ótimo final de semana a todos!!
Sandrão

terça-feira, 22 de julho de 2014

O AUTOR DA CRIAÇÃO


NO PRINCÍPIO, CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA. (GÊNESIS 1.1)
“Como a criança não precisa de argumentos para amar sua mãe, o homem não deve necessitar de argumentos ou de palavras para crer na existência de Deus”. Este pensamento de um teólogo norte-americano, Rama Coomaraswamy, ratifica a inquestionável existência do Criador do universo.
No livro de Gênesis, consta: No princípio, criou Deus os céus e a terra (Gênesis 1.1). As Escrituras Sagradas deixam claro que, muito antes de existir o mundo, o Senhor se fazia presente, com Seu Espírito se movendo sobre a face do abismo (v.2).
A Terra, sem forma e vazia, aos poucos, foi sendo formada pela poderosa palavra do supremo Criador. Surgiram a terra seca, os mares, o céu, o sol, a lua, as florestas, os animais e o homem. Como observou o salmista, os céus manifestam a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos (Salmos 19.1). Nós, seres criados à imagem e semelhança de Deus, também devemos tributar louvores ao nosso Criador, que vive eternamente, rendendo-lhe honra e sendo submissos a Ele para sempre, pois o Senhor nos criou, deu forma, vida, habilidades, dons e tarefas, bem como redimiu-nos da mão do inimigo, para o louvor da Sua glória.
Cantai louvores a Deus, cantai louvores; cantai louvores ao nosso Rei, cantai louvores. Pois Deus é o Rei de toda a terra; cantai louvores com Inteligência (Salmo 47.6,7).
Ótimo dia a todos!!!
Sandrão

segunda-feira, 21 de julho de 2014

SEJAMOS AGRADECIDOS


SEDE AGRADECIDOS. (COLOSSENSES 3.15)
A gratidão é própria da alma que reconhece a bondade do seu Criador. É justo darmos graças a Deus por tudo quanto Ele nos tem concedido diariamente e reconhecermos a generosidade, o amor, a graça do Senhor pra conosco.
É mais do que justo que o louvemos, porque Ele criou o mundo, a natureza; o sol e a lua, que dissipam as trevas; a água, que nos dessedenta e refresca; os alimentos, que nos fortalecem; os pássaros, que nos alegram com o seu lindo canto; as flores, com suas cores e aromas; a família, os amigos, e tudo mais que é necessário para a nossa vida.
Além dos dons naturais, das virtudes espirituais, de nossa inteligência, vida e disposição para continuar desenvolvendo nossas potencialidades e lutando pela realização de nossos sonhos, o Criador ainda nos presenteou com a salvação, para que tivéssemos a alegria da vida eterna em Cristo.
Por isso sejamos agradecidos, pois já recebemos um Reino que não pode ser abalado. Sejamos agradecidos e adoremos a Deus de um modo que o agrade, com respeito e temor (Hebreus 12.28 NTLH). Ao nosso Deus pertencem para todo o sempre o louvor, a glória, a sabedoria, a gratidão, a honra, o poder e a força! Amém! (Apocalipse 7.12 NTLH).
Ótima semana a todos!!
Sandrão

sexta-feira, 18 de julho de 2014

O GRANDE DIA


ESSE JESUS, QUE DENTRE VÓS FOI RECEBIDO EM CIMA NO CÉU, HÁ DE VIR ASSIM COMO PARA O CÉU O VISTES IR. (ATOS 1.11)
Quão maravilhosos são os nossos olhos! Por meio deles, podemos contemplar a imensidão do horizonte e apreciar a beleza de uma flor a desabrochar na primavera.
O livro de Atos relata que os cristãos mantinham os seus olhos fixos em Jesus enquanto Ele subia ao céu, e foram alertados pelos anjos a aguardar a vinda do Senhor. O cristão de hoje mantêm a viva esperança de um dia ver Jesus como Ele é. Porque, agora, vemos por espelho em enigma; mas, então, veremos face a face (1 Coríntios 13.12).
Naquele grande Dia em que Jesus voltar, nós o veremos como Ele é. Em um abrir e fechar os olhos, ante o toque da última trombeta, as promessas de Sua vinda gloriosa, que será precedida de grandes sinais, concretizar-se-ão.
Quando Cristo voltar, todo olho o verá, até os que o negaram. Os homens que não creram em Jesus verão o sol converter-se em trevas, e a lua em sangue, o céu enrolar-se como pergaminho e as estrelas caírem (Joel 2.31). Povos de todas as nações se lamentarão por não terem aceitado Jesus, mas grande será o júbilo dos remidos que estarão com o Senhor. Enquanto isso, continuemos a nossa tarefa de evangelismo, a fim de que muitos outros entendam o plano de salvação, aceitem Cristo com Senhor e sejam participantes de Sua glória.
Ótimo final de semana a todos!!!
Sandrão